loader image

Intercâmbio na Coreia do Sul: Tudo que você precisa saber

Links Patrocinados

Querendo estudar do outro lado do país? Veja o que você precisa saber sobre o intercâmbio na Coreia do Sul.

Os países da Asia vem ganhando maior prestígio para a vida acadêmica de pessoas do mundo todo, onde a procura vem aumentando.

Vamos entender um pouco sobre o país e como fazer um Intercâmbio na Coreia do Sul?

 

A Coreia do Sul

O País é rico em cultura tradicional e tecnológica, além de ser conhecido por ser o país K-POP, animes, K-Drama e fluência no Coreano.

O inglês é muito presente no país, onde ter domínio da língua poderá te ajudar muito a se virar.

Sua capital é o Seul, onde possuí maior movimentação educacional, profissional e de intercambistas.

Sua cultura pode ser categorizada pelo:

  • Hanbok: Vestimenta.
  • Hangeul: Alfabeto.
  • Hanji: Papel.
  • Hanok: Casas.
  • Hansik: Culinária.
  • K-Pop: Música local.

O Intercâmbio na Coreia do Sul vem sido procurado cada vez mais devido a sua cultura K-POP que vem ganhado cada vez mais espaço e interesse.

Veja mais informações sobre a Coreia do Sul.

Requisitos para Intercâmbio na Coreia do Sul

  • Bom desempenho acadêmico.
  • Carta de Plano de viagem.
  • Comprovante de matrícula ou trabalho.
  • Comprovante de residência.
  • Diploma de conclusão do ensino médio.
  • Exame do Coronavirus negativo com poucos dias antes da viagem.
  • Formulário de solicitação de VistoCentral.
  • Fotos atuais 3×4.
  • Indicações de professores: Cartas de recomendações.
  • Indicar mérito que obteve na vida.
  • Orçamento de alto valor.
  • Passaporte atualizado.
  • Proficiência em inglês TOLF.
  • RNE – Registro nacional de estrangeiros.
  • Visto.

Principais destinos para intercâmbio na Coreia do Sul

  • Seul (Capital).
  • Daejeon.
  • Daegu.
  • Busan.

O que você vai ter que enfrentar em um intercâmbio da Coreia do Sul

  1. A culinária é bem diferente: Você deverá adaptar o seu paladar, principalmente para coisas apimentadas, além de saber que eles comem muito, arroz, vegetais e legumes.
  2. Aprender mais profundamente sobre outras línguas: Principalmente o inglês e o coreano, pois nem todos no país sabem inglês e você precisará pelo menos arranhar na língua local.
  3. Conhecer uma nova cultura: Estar em um novo país em outro continente poderá ser desafiador, porque os costumes são totalmente outros.
  4. O estudo é bem difícil comparado com o do brasil: Os Coreanos são conhecidos por serem determinados, e por isso seus estudos são bem extensos e rígidos, onde você deverá se acostumar com o ritmo.
  5. Sair da zona de conforto: Por esse motivo será necessário sair da zona de conforto, expandir a mente e se deixar levar para novos lugares.
  6. Se acostumar com ficar fora de casa por um bom tempo: Aprender lá não será fácil, e você deverá dedicar muito tempo, tendo que focar em sua vida acadêmica/profissional.
  7. Troque experiência com outros intercambistas: Para que você não se sinta tão frustrado ou atrasado é importante conversar com outros brasileiros ou intercambistas para trocar as experiências e o que cada um passou, assim aceitando a realidade de cada e a própria.

O Intercâmbio na Coreia do Sul não será fácil, você vai ter que se dedicar em diversos setores e níveis, pois a cultura é muito diferente do Brasil, onde você deverá se moldar quase que por completo.

Contudo a experiência é enriquecedora, onde você poderá evoluir e crescer imensamente.

FI - Intercâmbio Coreia do Sul corpo
FI – Intercâmbio Coreia do Sul corpo

Vistos

Os vistos na Coreia do Sul são normalmente de curto período para estudantes, onde o mais procurado é o Visto-D de 90 dias.

Ele é o ideal para quem quer começar e pode ser estendido caso você ingresse em uma universidade de longo prazo.

Contudo, será necessário adiantar uma parcelas da faculdade, para confirmar a sua capacidade de se manter no país.

Links Patrocinados

Além disso, se você pretende ficar mais do que 1 semestre no país, será necessário um visto de trabalho, que comprove sua ajuda de custos.

Os vistos conhecidos são os:

Viagem:

  • C-3.
  • C-4.

Estudante:

  • D-2.
  • D-4.

Profissional

  • E-6:

Acompanhantes ou parceiros:

  • F-4.
  • F-3.
  • F-6.

O valor do visto variam de R$220 a R$330. Você poderá retirar o documento em até 7 dias, se tiver tudo certinho e não houver problemas.

 

Custo de vida

Por ser um país de custo de vida elevado, você deverá se programa direitinho.

O ideal é guardar muito dinheiro embora sua moeda Won Sul coreana equivale a R$0,0043 reais lá as coisas possuem uma inflação enorme.

Contudo, não se deixe levar por esse valor, pois KR₩1.000.000 equivalem a R$4340,14. Você terá a impressão de que valerá a pena, mas você deverá levar em consideração seu custo de vida, de:

Valores médios

  • Acomodação: KR₩370.000/mês.
  • Alimentação: KR₩250.000/mês.
  • Transporte: KR₩50.000/mês.
  • Total de: KR₩670.000.

Isso vivendo minimamente e sem muitos luxos, vivendo na risca.

E óbvio, tudo dependerá do quanto você gastará na sua acomodação, mobilidade, adequação ao paladar e vários outros fatores que poderão mudar esse valor.

Você deverá estudar bem e se informar sobre os valores, além de fechar os melhores, o que pode ser bastante complicado, mas do que quando tentamos diminuir custos aqui no brasil, pois já conhecemos nossa cultura e como tudo funciona.

Ainda, você deverá levar em consideração de que deverá um valor em dinheiro para pelo menos 3 meses, onde no mínimo deverá acumular um valor de R$20.000 para viver minimamente no país.

No caso de um intercâmbio na Coreia do Sul esse valor tende a dobrar, devido aos custos necessários com o seu ensino, caso você não tenha conquistar uma oportunidade de bolsa de estudos isso poderá ser ainda maior.

Por sorte, você poderá adquirir um Visto do tipo E para conseguir um trabalho e te ajudar financeiramente, mas para isso deverá encontrar uma oportunidade, onde o mercado de trabalho pode ser bem competitivo, ainda mais para intercambistas.

 

Intercâmbio na Coreia do Sul

Você poderá obter informações sobre instituições de ensino na Coreia do Sul através do Study in Korea.

Links Patrocinados

Onde você encontrará informações de como se inscrever, cursos e mais informações.

Ainda, é possível conquistar oportunidade de bolsa de estudos, para isso você poderá consultar o NIIED ou KGSP que oferece diversas oportunidades para bolsistas.

Lembre-se que realizar uma bolsa de estudos ou profissional requer muito preparo, portanto veja como se preparar para o seu intercâmbio.

Além disso não esqueça de nos seguir nas redes sociais Instagram, Facebook e Twitter para receber nossa notícias diretamente no seu perfil e feed.

Comentários