Coronavírus: politica de cancelamento das companhias aéreas

Devido a declaração da pandemia causada pelo coronavírus, muitas companhias aéreas estão flexibilizando o cancelamento ou remarcação de passagens.

No entanto, não há regras estritas a serem seguidas devido ao fato de que Procon e a ANAC divergirem na informação prestada ao cliente.

Enquanto o Procon diz que é direito do consumidor solicitar o cancelamento ou reagendamento da passagem em questão sem efetuar pagamento de multas, a ANAC confirma que quem comprou a passagem já tinha conhecimento das politicas de cancelamento e troca de passagens, o que inclui multas para cada serviço prestado.

Pela instabilidade econômica e politica, cada companhia aérea está fazendo seus pronunciamentos de medidas provisórias sobre o surto de Coronavírus.

Lembre-se que cada uma dessas indicações também é influenciada pela politica interna de cada país, portanto, é necessário se manter antenado caso você tenha uma viagem agendada para uma data próxima.

Outra coisa à ter em consideração é que vários voos estão sendo cancelados, ou intercambiados entre companhias aéreas.

Preste atenção durante toda sua viagem, guarde todos os documentos emitidos (cartão de embarque, voucher, comprovantes de pagamento, etc.), adicionalmente, preste atenção na etiqueta da sua bagagem, se ela está sendo despachada para o local correto.

As medidas abaixo são referentes à passageiros afetados pelas restrições de viagens devido à Pandemia de Coronavírus,  podendo ser modificadas e atualizadas a qualquer momento.

Por Companhias Aéreas

Por países

Foto por CDC - Coronavírus

Imagem por CDC

Por Cia Aérea

Aerolineas Argentinas

Passageiros que viajam para China, Itália, Espanha, França,Alemanha, Israel e Estados Unidos podem alterar suas passagens para outros ou o mesmo destino, com a data de saída de viagem até dia 30 de novembro.

A realização de reembolso seguirá as politicas dos termos e condições dados durante a compra das mesmas.

Passageiros que compraram viagens para Europa ou Estados Unidos podem modificar a data da viagem, sem efetuar pagamento de eventuais penalidades, mas pagando a diferença do bilhete em questão.

Para ler diretamente do sita de companhia aérea, clique aqui.

Latam

A Latam atualmente está oferecendo reembolso ou reagendamento gratuito para voos à Milão – Itália. Também é possível realizar a troca de itinerário, caso possua uma escala em algum país afetado pelo Coronavírus.

Para ler diretamente no site da Latam quais são as especificações, clique aqui.

Alitalia

Passageiros poderão alterar a data de voo para datas até o dia 31 de dezembro. As solicitações devem ser feitas até o dia 31 de maio.

Reembolso com um voucher do mesmo valor da passagem, que será valido durante um ano, para qualquer destino oferecido pela cia aérea.

Para os passageiros que tiveram seus voos cancelados poderão solicitar alteração da data de viagem, voucher de igual valor válido por um ano, para voar a qualquer destino oferecido pela cia aérea ou o reembolso da passagem.

Para ler no site da Alitalia  clique aqui.

American Airlines

Viagens realizadas para/por/desde os países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Irlanda, Islândia, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Países Baixos, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Checa, Suécia e Suíça, devem seguir essas indicações:

Não sera cobrado taxas de alteração para bilhetes comprados antes do dia 1 de março de 2020 e programadas para 1 de março e 30 de abril, porem, será cobrada a diferença do valor do bilhete.

A viagem deve ocorrer até 31 de dezembro de 2020 ou dentro de 1 ano a partir da data de emissão do bilhete, o que ocorrer primeiro.

Para ver as informações completas, clique aqui.

Air Europa

Clientes afetados pelos impactos causados pelo Coronavírus, podem reagendar até dia 15 de junho de forma gratuita, após essa data, é necessário efetuar pagamento da diferença do preço estipulado.

Caso não queira viajar, você poderá solicitar um voucher com o valor do bilhete para ser utilizado como crédito em uma compra futura. Ele deve ser utilizado antes do dia 31 de dezembro.

Para mais informações clique aqui.

Delta Airlines

Será possível reagendar passagens compradas até o dia 9 de março, de viagens com data até dia 31 de março.

Alteração nos voos que passam entre Shangai, Pequin, Seul e todos os aeroportos da Itália até o dia 31 de maio, serão realizadas de maneira gratuita.

Voos na America Latina serão diminuídos em 5%.

Para mais informações Clique aqui.

United Airlines

Voos agendados entre 3 e 31 de março poderão ser reagendados pelo período de um ano.

Voos que seriam realizados entre o dia 9 de março e 30 de abril não terão taxas de reagendamento.

Para mais informações clique aqui.

Iberia

Voos agendados antes do dia 11 de março com a data de viagem entre 1 de março e 30 de abril, poderá solicitar a mudança da data de viagem.

A viagem deve ser realizada até dia 30 de novembro. Caso prefira, também é possível solicitar um voucher de crédito, nesse caso, você poderá viajar até dia 31 de dezembro.

Para mais informações clique aqui.

Emirates

Passagens que foram compradas até dia 31 de março poderão ser remarcadas sem custo adicional, as mesmas serão permitidas até 30 de junho.

Mudanças de itinerário permitida apenas até dia 30 de junho, e só para destinos selecionados. Nesse caso, será aplicada a diferença da tarifa.

Para clientes que não possam viajar, existe a possibilidade de solicitar um voucher com credito para compra de novas passagens e reembolso de bilhetes não utilizados.

Para mais informações clique aqui.

KLM

O passageiro afetado pelo caos do coronavírus poderá solicitar o reagendamento da passagem , porem, deverá efetuar o pagamento de possíveis diferenças do preço das passagens. Nenhuma taxa de reagendamento será cobrada.

Não será necessário efetuar pagamento de taxas para mudanças de itinerário.

Se você foi impactado pelas restrições devido ao coronavírus ou o seu bilhete começa com o número 074, você poderá aplicar para a solicitação do reembolso.

Para mais informações clique aqui.

Copa Airlines

Passagens que foram adquirias até dia 4 de março de 2020 ou com as datas de viagem entre os dias 3 de fevereiro e 15 de junho, poderão solicitar a alteração de data de viagem, podendo embarcar até dia 1 de dezembro de 2020 sem a necessidade de realizar nenhum pagamento de taxas adicionais.

O reembolso será realizado com base no términos e condições ao comprar a passagem.

Para mais informações clique aqui.

Avianca

Os passageiros impactados pelos problemas ocasionados devido à pandemia de coronavírus  que possuem tickets para viajar até dia 15 de abril, terão a opção de utilização de voucher de viagem para viagens realizadas durante o ano de 2020. Dependendo do seu tipo de bilhete, será necessário efetuar o pagamento de possíveis divergências de preços.

As passagens promocionais não se enquadram na mudança de itinerário.

Para mais informações clique aqui. 

Gol

Será possível realizar o cancelamento da viagem, e ter um voucher com créditos para voos futuros válido por um ano.

Além disso, a mesma disponibilizou a remarcação da viagem pelo período de um ano, sem a necessidade de realizar pagamento da remarcação.

O reembolso é possível, no entanto, as taxas de reembolso serão cobradas de acordo com os termos e condições da passagem adquirida.

Para mais informações clique aqui

Foto por CDC - Coronavirus - Quarentena

Por país

Muitos países estão tomando decisões drásticas contra a propagação do coronavírus, portanto é importante que você saiba foram as medidas tomadas pelos líderes políticos de casa país.

Argentina

Passageiros com origem da Itália, Espanha, França, Alemanha, Irã, Japão, Estados Unidos, China e Coreia do Sul deverão preencher o atestado de saúde do viajante e realizar isolamento domiciliar por 14 dias ao chegar ao país por conta do coronavírus.

O documento completo sobre como o governo de Buenos Aires está lidando com os casos pode ser lido aqui. 

Peru

Passageiros com origem da Itália, Espanha, França e China devem cumprir quarentena de 14 dias ao chegar no país por conta do coronavírus.

Para ver o pronunciamento oficial do Peru, clique aqui.

Colômbia

Passageiros com origem da Itália, Espanha, França e China tem de preencher o formulário de atestado de saúde, logo, existe a possibilidade de cumprir quarentena de 14 dias em domicilio por conta do coronavírus.

As recomendações e pronunciamentos podem ser verificadas aqui.

Chile

Passageiros com origem da Itália ou Espanha devem preencher o formulário de atestado de saúde e cumprir quarentena de 14 dias ao chegarem no país por conta do coronavírus.

Pessoas que realizaram conexões na Itália ou Espanha vindos de outro país, poderão viajar ao Chile.

Para ver diretamente no site do ministério da saúde do Chile, clique aqui.

Nova Zelândia

Passageiros que estiveram na China, Itália, Irã, ou Coreia devem realizar a quarentena domiciliar de 14 dias por conta do coronavírus.

Para mais informações, clique aqui.

Paraguai

O Paraguai tomou medidas drásticas contra o coronavírus, impedindo chineses de tirar o visto e impedindo pessoas que viajaram à China a partir do dia 5 de novembro proibidas de ingressar ao país.

Para mais informações clique aqui.

Estados Unidos

Pessoas viajando ao Estados Unidos com origem da China, Irã, Coreia do Sul, Austria, Bélgica, Republica Checa, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Islandia, Italia, Latvia, Liechtenstein, Lituania, Luxemburgo, Malta, Holanda, Noruega, Polonia, Portugal, Eslovenia, Eslovaquia, Espanha, Suiçã, Suécia, Monaco e Vaticano, devem cumprir a quarentena de 14 dia por conta do coronavírus.

A entrada para pessoas que estiveram na China será permitida apenas através dos seguintes aeroportos:

  • John F. Kennedy International Airport (JFK), New York
  • Newark Liberty International Airport (EWR), New York
  • Chicago O’Hare International Airport (ORD), Illinois
  • San Francisco International Airport (SFO), California
  • Seattle-Tacoma International Airport (SEA), Washington
  • Daniel K. Inouye International Airport (HNL), Hawaii
  • Los Angeles International Airport (LAX), California
  • Hartsfield-Jackson Atlanta Airport (ATL), Georgia
  • Washington Dulles International Airport (IAD), Washington
  • Dallas/Fort Worth International Airport (DFW), Dallas
  • Detroit Metropolitan Wayne County Airport (DTW), Detroit

Para mais informações clique aqui.

Austrália

Voos com origem na Coreia do Sul, China, Hong Kong, Macau, Irã, Itália ou países com alto índica de coronavírus deverão ser postergados ou cancelados.

Para mais informações clique aqui.

Israel

Pessoas que visitaram China, Macau, Cingapura, Tailândia, Hong Kong, Coreia do Sul, Japão, Itália, Irã, Líbano, Síria, Iraque, Áustria, Espanha, França, Alemanha, Andorra, San Marino, Suiça ou Egito, devem realizar a quarentena de 14 dias por conta do coronavírus.

Para mais informações clique aqui.

Indicações contra o coronavírus

Não compre mascaras se você não estiver infectado pelo coronavírus

A primeira coisa que pensamos fazer é comprar máscaras para nos proteger contra o coronavírus , certo? Porem, esse pensamento pode levar à falta de máscaras ou aumento do preço das mesmas, o que afeta diretamente as pessoas que verdadeiramente estão infectadas com o coronavírus.

Com certeza é mais efetivo se a pessoa infectada utilizar a máscara do que 30 pessoas saudáveis, correto?

Lavar a mão

Especialista dizem que lavar as mãos tem mais efetividade de prevenção ao coronavírus, pois evitam o contato do vírus com olhos, boca ou nariz.

Não por a mão na boca, no nariz ou nos olhos

Antes de fazer isso, sempre lave as mãos corretamente, pois o coronavírus pode ser transmitido por contato.

Limpe o seu celular e teclado do computador

O seu teclado e celular possui diversas bactérias e vírus, normalmente nós utilizamos o transporte público e logo usamos nosso telefone. Portanto, a higienização do mesmo é importante para impedir contaminação e propagação do coronavírus .

Não vá ao médico caso não seja necessário

Se você for jovem e não tiver problemas respiratórios, evite ir ao médico caso possua sintomas leves da doença (espirro, febre baixa e tosse), pois os hospitais estão atualmente lotados, e o coronavírus não apresenta riscos para jovens saudáveis.

Cumpra o período de quarentena para evitar a contaminação alheia sempre que possível. Caso seus sintomas sejam graves, não exite em ir ao médico.

Se optar por viajar, contrate um seguro de viagem

Sempre indicamos que realize suas viagens com um serviço de assistência médica, independentemente se existe algum caso de pandemia ativo ou não.

Por isso fizemos uma matéria explicando exatamente como escolher o melhor serviço de seguro de viagem: Seguro de viagem: Como escolher o melhor seguro.

Além disso o ideal é sempre verificar quais são as vacinas recomendadas para o país de destino. Leia: CIVP: Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia para viagens

Comentários